quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

A fotografia mais bela

Para a construção deste Blogue, nestes últimos 2 meses, tenho visto muitas fotografias, muitos recortes, jornais, revistas e também, feito muita pesquisa na Internet.
Das fotografias vistas, a maior parte já conhecia. No entanto, esta, é para mim uma das mais belas, senão a mais bela.
Porque, para além de ter captado o exacto momento dos salpicos de champanhe, estão nela as Pessoas, a Instituição que marcaram a minha infância, adolescência e que continuam a marcar o resto da minha vida.

O Pai, embora não esteja completamente visível, é uma das figuras centrais da foto, pela maneira como segura o braço de minha irmã, amparando-a.

A minha irmã Didium, que se encolhe com algum receio, mas que exprime alegria, pelo seu sorriso, igual ao da nossa Mãe.

O Ajudante de Comando, Álvaro Silva, que foi o braço direito do Pai e simboliza os Bombeiros de Sá da Bandeira, Instituição que me habituei a respeitar desde muito pequeno.



1 comentário:

Didium disse...

Estou comovida, meu querido irmão!
A vida quis que fosse assim...
Estou sempre ao teu alcance. Bjs