sábado, 19 de março de 2011

Dia do Pai

Este blog idealizado por mim, é sobretudo em honra do Comandante Armando Cardoso Soares, meu Pai, bombeiro voluntário, que  dedicou muitos anos da sua vida (52 anos) em prol do voluntariado e dos bombeiros em particular.
É, no entanto, natural que em datas que lhe eram dedicadas, os filhos sintam mais saudade e que mais do que uma lágrima caia na nossa face.
Do que me diz o  coração, a grande lição que retiro da sua agitada vida é que em primeiro lugar, e independentemente das vicissitudes da nossa vida, está a nossa família. Com o amor e apoio da família,  conseguimos o impossível. Nem sempre é possível dar-nos essa primazia. Mas é sempre uma certeza, de que quando estamos doentes, desanimados,  angustiados ou tristes, é a família que nos dá atenção, carinho.
Já recebi, pela manhã, três " Feliz Dia do Pai". Agora é a minha vez. Nunca te esquecerei, Pai.
Xinho

2 comentários:

Armando Soares disse...

De facto não me parecerá menor se afirmar que "No início - a família. No fim - a família. Se possível tê-la "durante", também."

Fruto de vidas mais ou menos difíceis, de tempos que passam a correr... nem sempre estamos com aqueles de que mais gostamos. Mas sabemos que eles estão sempre connosco.

Assim o entendo com os vivos, mas também com os que já partiram e nos deixaram, ainda que apenas na sua forma física.

A força dos sentimentos trespassa as barreiras.

Como certamente viste, o meu "Dia do Pai" ficou escrito pelo facebook.

Mas... bem sabemos que independentemente de o escrevermos neste ou naquele suporte: jamais O esqueceremos.

Beijinhos.

didium disse...

Um forte abraço e beijinhos cheios de carinho,todos os dias da minha vida.